Samir Ali fecha parceria entre secretaria de Meio Ambiente e alunos do IFRO para realizar plantio de mudas de Ipê na Presidente Nasser

por hayslla — publicado 03/07/2019 08h30, última modificação 03/07/2019 08h32
A secretária municipal de Meio Ambiente de Vilhena, Marcela Rodrigues de Almeida, visitou o gabinete do vereador Samir Ali (PSDB) juntamente com o diretor geral do IFRO, Arenilson de Oliveira, para iniciarem um projeto inovador dentro da administração pública em Vilhena. 
O vereador quer que os alunos de Arquitetura e Urbanismo da instituição participem do plantio de mudas de Ipê ao longo do canteiro central da avenida Presidente Nasser, que na última semana teve as árvores da espécie Ficus retiradas, para dar lugar a um replantio de plantas com raízes menos agressivas.
“Queremos que além de participarem do plantio, os alunos de Arquitetura e Urbanismo também apresentem projetos que possam ser implementados no canteiro central da Nasser, mas também em outras avenidas, que deverão ter seus canteiros modificados”, explicou Samir. 
"A oportunidade é excelente, nossos alunos têm projetos incríveis para serem expostos e executados dentro do urbanismo, e irão contribuir muito dentro dessa ideia", disse Arenilson 
A secretária de Meio Ambiente conta que inicialmente serão plantados mudas de Ipê de várias cores. “Cada quarteirão terá uma cor de Ipê diferente, estamos buscando uma nova cara para a avenida que receberá luzes de LED em breve e se transformará em mais um local atrativo da cidade”, contou. 
PROJETO

A execução do projeto deverá acontecer em agosto ou final do mês de setembro. Após as férias de meio de ano, os alunos do IFRO deverão se reunir com a secretária da SEMMA, com o vereador Samir Ali e outros profissionais para traçarem uma linha para executar o projeto. 
O vereador Samir Ali ressalta que, nos projetos, ele buscará também a inclusão de ciclovias. “Estamos percebendo que o futuro da locomoção urbana está ligado diretamente nas ciclovias. Sabemos que precisamos arcar com custos para implementá-las, mas olhando para o futuro de Vilhena, acredito que vale a pena”, destacou o parlamentar. 
ÁRVORES 
Marcela de Almeida explica ainda, que o corte das árvores, na avenida presidente Nasser, foi necessário por causa do transtorno que a raiz da espécie Ficus causa, como asfalto e calçadas se rompendo, encanamentos sendo perfurados, além de galhos podres já que as árvores são antigas. 
E o projeto de instalação de lâmpadas de LED necessita que as árvores não atrapalhem a iluminação, mas com o novo projeto de plantio de Ipês, tudo será planejado e executado para que o local fique ainda melhor do que antes.

DICOM - Câmara de Vilhena