POLÊMICA PLANTADA: MP não interveio, apenas orientou, e Câmara refez licitação para se adequar ao pedido do MP

por hayslla — publicado 20/11/2018 12h13, última modificação 20/11/2018 12h13

O presidente da Câmara, Adilson de Oliveira (PSDB), vem a público rebater a polêmica plantada por um site de notícias local e esclarecer os fatos que envolvem o paisagismo da nova sede da Casa de Leis de Vilhena.

 

A primeira inverdade publicada no jornal local é aquela que afirma que o pregão eletrônico, que aconteceria em 9 de novembro, foi suspensa devido à impugnação do edital. A Casa de Leis informa que houve apenas uma orientação do Ministério Público no referente ao item do tapete de grama esmeralda e por isso foi decidido refazer a licitação adicionando novos itens que se ajustem à orientação do MP.

 

A segunda inverdade publicada no jornal é aquela em que afirma que o presidente Adilson insiste com um novo pregão eletrônico. Neste caso, o presidente nunca desistiu, apenas decidiu reformular a licitação.


POLÊMICA

 

A polêmica das plantas, ou a “Polêmica Plantada”, foi iniciada pelo site local. A fiscalização feita pelo jornal seria plausível, se não estivesse maculada de vícios na informação, que levam à população a uma deturpação da realidade.

 

 

DICOM - Câmara de Vilhena