Confúcio visita Câmara de Vereadores e fala sobre asfalto do Cristo Rei com o presidente Samir Ali

por hayslla — publicado 28/06/2018 13h01, última modificação 28/06/2018 13h01

O ex-governador de Rondônia, Confúcio Moura (MDB), visitou na manhã desta quinta-feira, 28 de junho, a Câmara de Vereadores de Vilhena e conversou sobre o asfalto do bairro Cristo Rei e do desenvolvimento do país através dos municípios com o presidente, Samir Ali (PSDB).

Confúcio explicou ao presidente da Câmara e aos vereadores Wilson Tabalipa (PV), Rafael Maziero (PSDB), Vera da Farmácia (MDB) que o projeto de asfaltamento do Cristo Rei, teve que ser adiado por questões burocráticas, no entanto o projeto está pronto para o próximo governador autorizar o início das obras.

“Primeiramente, iriamos fazer um empréstimo de R$ 200 milhões com a Caixa Econômica Federal, no entanto, meus secretários e o TCE recomendaram que não fosse feito, para não deixar dívidas, mesmo que a longo prazo. Então, usamos R$ 60 milhões para dividirmos o asfaltamento em sete municípios, e reduzimos a verba para Vilhena que ficou com R$ 11 milhões, mas o tramite do projeto atrasou”, explicou Confúcio.

Pré-candidato a senador, o ex-governador disse que veio dar explicações aos vereadores, principalmente a Ronildo Macedo (PV) que o cobrou bastante em relação a verba para esta obra, “O vereador Ronildo cobrou bastante, e vim aqui dar uma explicação para ele e para os demais vereadores o porquê o projeto não foi executado ainda. Apesar de cancelado o empenho para a verba, o projeto está pronto e basta o próximo governador eleito empenhar e executar a obra”, disse o ex-governador.

Samir Ali lembrou a Confúcio que a obra é muito esperada, e que o bairro é um dos mais antigos da cidade e ainda não possui infraestrutura na maioria de suas vias. “Sabemos da importância dessa obra para aqueles moradores, e vamos continuar lutando por aqui para conseguirmos realizar essa obra. Acredito que é uma vontade de todos os vereadores”, asseverou Samir.

FUTURO DO PAÍS

Samir e Confúcio ainda falaram sobre o futuro do país, com a proximidade das eleições presidenciais. Confúcio argumentou que acredita que a mudança que o país precisa deve acontecer nos municípios, depois nos estados. “É aqui nos municípios que deve acontecer a mudança para um país melhor. Essa economia de R$ 3 milhões que a Câmara fez, certamente é um grande exemplo, um modelo a ser seguido.”, ressaltou Confúcio.

Samir argumentou que hoje necessário muita coragem do gestor público, “Não é fácil ser gestor público nos tempos atuais, são necessários medidas anti-populares para tentarmos fazer a cidade andar. É necessário a população entender que o populismo deve acabar, com populismo não teremos mudanças para o bem de todos”, finalizou Samir.