A convite de Ronildo Macedo, associação que defende pessoas com deficiência física testa e aprova acessibilidade da nova sede da Câmara de Vereadores

por Gabinete — publicado 14/10/2019 11h30, última modificação 25/11/2019 10h38
“Apesar de ser lei, há instituições que não oferecem acessibilidade nenhuma”, apontou presidente da associação

O presidente da Câmara de Vereadores, Ronildo Macedo (PV), convidou o presidente da Associação das Pessoas com Deficiência Física (ASPEDEV), Mauro Sergio Cardoso, e seu vice, Hélio Ferreira de Souza, para testar e aprovar a acessibilidade do prédio ampliado e reformado da Câmara de Vereadores de Vilhena, que está em fase de conclusão.

“Respeitar os deficientes físicos é ter uma série de cuidados para que eles não sejam excluídos do nosso convívio, e a acessibilidade faz parte desse respeito que devemos ter para com eles. Isso significa dar, a essas pessoas, o acesso aos mesmos bens e serviços disponíveis para os demais cidadãos”, afirmou Ronildo Macedo.

Após testar e andar pelo recinto, na manhã desta segunda-feira, 14 de outubro, o presidente da associação aprovou a acessibilidade. “Estivemos em Brasília, e lá há pouca acessibilidade; é muito difícil conviver lá. Apesar de ser lei, há instituições que não se preocupam com o assunto. A Câmara de Vereadores está de parabéns”, comemorou Mauro Sergio.

“Além de atender aos cidadãos, o novo prédio foi projetado de tal forma que, se houver um vereador com deficiência física, ele poderá desempenhar todas as funções parlamentares, como os demais vereadores”, finalizou Ronildo Macedo.

Câmara de Vereadores de Vilhena
Diretoria de Comunicação
Texto: Gabinete do vereador Ronildo Macedo
Fotos: Gabinete do vereador Ronildo Macedo