Ronildo Macedo: “Não dá mais para ficar calado com situação da saúde”

por Hayslla Mikaella do Couto publicado 18/06/2017 17h13, última modificação 18/06/2017 17h13
Vereador disse que senhora idosa teve que se limpar com receita médica por falta de papel higiênico.

O vereador Ronildo Macedo (PV) foi efusivo durante sua fala na última sessão da Câmara de Vereadores, nesta noite de terça-feira, 13 de junho. Ele cobrou providências urgentes para a saúde de Vilhena, que não estaria tendo condições básicas para atender à população.

“Eu recebi um relato que uma senhora que estava sendo atendida no Posto de Saúde do Cristo Rei, precisou fazer suas necessidades fisiológicas e não havia papel higiênico na unidade de saúde, e como não havia outra maneira, ela teve que se limpar com o papel da receita.”, disse Ronildo.

As críticas feitas por Ronildo foram acompanhadas pela vereadora Vera da Farmácia (PMDB) que focou sua fala ao secretário de saúde, Marco Aurélio Vasques, que não estaria conseguindo deixar a Saúde funcional.

“Fui informada que o Hospital Regional ficou na última segunda-feira, o dia inteiro sem raio-x. Isso não pode acontecer depois mais de cinco meses de trabalho do secretário de saúde”, finalizou Vera. 

O vereador ainda criticou a prefeita, Rosani Donadon (PMDB), que teria dito que arrumaria a saúde do município em seis meses, “estou indignado com toda essa situação, não tem como mais ficar reclamando de secretários, agora eu vou falar da prefeita, porque ela que precisa tomar as rédeas. Um exemplo, é o buracão no final da avenida Curitiba, que quando voltarem as chuvas, a erosão vai derrubar várias casas no local. Precisamos que a prefeita trabalhe com seriedade”, salientou Ronildo Macedo.

O vereador do PV ainda parabenizou a posse dos vereadores Wilson Tabalipa (PV) e Valdete Savaris (PPS) que assumiram as vagas dos vereadores Vanderlei Graebin e Junior Donadon, cassados pela Câmara após a conclusão de uma CPI por falta de decoro parlamentar.

Ronildo finalizou afirmando que a prefeita deve ser tratada com respeito, “Como ela mesma disse que as pessoas devem tratá-la com respeito, eu concordo, porém ela tem que dar o devido respeito aos funcionários que estão desesperados ganhando apenas R$ 900,00”, asseverou o futuro presidente da Câmara de Vereadores no biênio 2019-2020.

DICOM - Câmara de Vilhena