Presidente da Câmara e prefeita se reúnem para debater tráfego de caminhões em Vilhena

por Kanitar Oberst última modificação 17/03/2017 00h04
Prefeita e presidente deverão fazer mais reuniões para adequar a lei para não prejudicar empresas vilhenenses.


A prefeita do município de Vilhena, Rosani Donadon (PMDB) participou na manhã desta quinta-feira, 16 de março, de uma reunião na Câmara de Vereadores com o presidente da Casa de Leis, Adilson de Oliveira (PSDB), bem como o representante da Associação Comercial e Empresarial de Vilhena (ACIV), Eloi Maria, membros da empresa Pato Branco e o representante dos caminhoneiros Ronaldo Giotto. A pauta do encontro, idealizado pelo presidente do legislativo, foi focada no sentido de ajustar a Lei nº 4245 de 11 de dezembro de 2015, a qual estabelece critérios para o tráfego de caminhões em vias urbanas de Vilhena. De acordo com o entendimento de Adilson, a legislação vigente acerca do assunto está bastante rígida, e tão logo sua efetividade seja cobrada pelas autoridades poderá prejudicar o comércio e causar prejuízos à comunidade em geral.

 A proposta debatida pelo grupo estabelece mudanças no corpo da lei e facilita o tráfego de caminhões pelas vias. A ideia é especificar os tipos de veículos de carga que poderão transitar pelas vias urbanas, além de estabelecer horários para isso. O intuito, segundo a prefeita, é reduzir o número de veículos pesados nas ruas da cidade e chegar a zero nos momentos de maior fluxo de veículos menores, a fim de facilitar o tráfego e auxiliar na diminuição de acidentes. A proposta de ajuste na "lei do quadrilátero" será feita pela Câmara de Vereadores, passará pela análise da prefeita Rosani Donadon e em seguida será votada em plenário. "Vamos apresentá-la também ao Ministério Público, para que os órgãos direta e indiretamente envolvidos possam opinar acerca do ajuste", comentou o presidente da Câmara de Vereadores.

 A prefeita Rosani Donadon frisou que as modificações da lei serão feitas em conjunto, para que toda a comunidade seja contemplada com a proposta. "O município tem muitos caminhões, além do comércio que precisa das mercadorias nos seus estoques. Não podemos simplesmente proibir sem pensar em todos os lados envolvidos. Por isso o trabalho vem sendo conduzido com cautela", explicou Rosani. O representante da ACIV, Eloi Maria destacou a importância de se pensar nas frotas de caminhões utilizados dentro do município para transporte de produtos. "Caso a lei fique como está, poderá engessar algumas empresas, que para se adequar deverão substituir seus caminhões", comentou o empresário.

 

HORÁRIOS

 Atualmente, a lei permite que os caminhões possam descarregar dentro do perímetro urbano somente entre as 20h00 e às 6 da manhã. De acordo com o grupo, essa regulamentação pode gerar aumento no valor dos produtos para o consumidor, uma vez que se faz necessário pagar horas extras e até mesmo adicionais noturnos aos servidores que irão participar do descarregamento desses veículos. "Por isso é importante debatermos vários itens para que ninguém seja prejudicado", destacou Adilson de Oliveira.

 As modificações do texto estão sendo redigidas na Câmara de Vereadores e seguem para o gabinete da prefeita nesta sexta-feira, 15.

DICOM - Câmara de Vilhena