Maziero cobra atitude da prefeita Rosani após secretário de obras, Josué Donadon, ser preso por embriaguez ao volante com carro oficial

por Hayslla Mikaella do Couto publicado 07/03/2018 11h25, última modificação 07/03/2018 11h25
O vereador Rafael Maziero (PSDB) comentou na última sessão ordinária, o caso do secretário de Obras de Vilhena, Josué Donadon. No dia 25 de fevereiro o secretário foi preso por dirigir embriagado com uma caminhonete da prefeitura. Após fazer o teste de bafômetro o secretário foi detido e conduzido à delegacia, onde pagou fiança e foi liberado. 
Contudo, nenhum processo administrativo foi aberto pela prefeitura para penalizar o secretário por sua conduta.  A situação indignou a todos os vereadores, que já reclamavam que o secretário não atendia as suas indicações parlamentares baseadas em reclamações populares. 
“Estamos falando de peculato, um carro público, abastecido com o dinheiro do povo, num sábado a noite e fora de serviço. A situação é tão grave, que eu achei que a prefeita ia se manifestar rapidamente, mas até o agora não se viu nenhum tipo de atitude. Se fosse qualquer servidor concursado, com certeza, já teria um processo administrativo aberto”, disse Maziero. 
Os vereadores irão enviar um ofício à prefeita Rosani Donadon (MDB), para que a mesma informe quais providências administrativas estão sendo tomadas em relação ao caso do secretário de Obras. 
Na sessão ordinária desta terça-feira, 06 de março, todos os vereadores comentaram o caso do secretário, e engrossaram o discurso do vereador Maziero pedindo a exoneração do secretário. 
"A Câmara não vai aceitar essa omissão, todos os vereadores estão indignados com isso. A prefeita tem que tomar uma providência. Não importa o grupo político, se é 'A' ou 'B', isso é crime contra o patrimônio público, a Rosani como prefeita e superiora hierárquica tem que tomar providência já”, finalizou o vereador.

 

 

DICOM - Câmara de Vilhena